Sobre Nós

Em 2001 nasceu o Instituto Integral para a preparação de candidatos ao Teste ANPAD, prova de proficiência para o ingresso em Mestrados e Doutorados em Administração de Empresas e Ciências Contábeis.

Últimas Notícias

Perguntas Frequentes e Respostas

Qual é o número de acertos em cada prova para garantir os 300 pontos?

Na edição de Junho/2017, você precisava acertar…
Raciocínio Lógico: 7
Raciocínio Quantitativo: 5
Português: 9
Inglês: 9
Raciocínio Analítico: 8
para garantir 300 pontos.

Na edição de Setembro/2017, você precisava acertar…
Raciocínio Lógico: 8
Raciocínio Quantitativo: 6
Português: 9
Inglês: 8
Raciocínio Analítico: 9
para garantir 300 pontos.

Na edição de Fevereiro/2018, você precisa acertar…
Raciocínio Lógico: 6
Raciocínio Quantitativo: 5
Português: 10
Inglês: 8
Raciocínio Analítico: 9
para garantir 300 pontos.

Mas na edição passada eu acertei X questões na prova Y e fiquei com um escore maior. Nesta edição eu acertei mais questões na mesma prova e o meu escore ficou menor. A planilha não está errada?

A cada edição do Teste ANPAD as médias e desvios mudam. Diversos são os fatores que fazem médias e desvios oscilarem: (1) o nível de preparação dos candidatos; (2) o nível de exigência de algum examinador; (3) mudança de examinadores; etc.
Outro fator que pode acarretar erros maiores ou menores no Simulador de Escores é a qualidade das respostas e o tamanho da amostra na planilha do site “Olho na Vaga”.

Eu gabaritei a prova de Inglês e a planilha informa que meu escore ficou em 560 pontos. Acho que a planilha está errada...

Não se trata de um erro na planilha. Observe que Inglês registra média alta e desvio padrão também alto. Na edição de Setembro/2017, a média harmônica ficou em 8,01 e o desvio padrão ficou em 3,46. O intervalo que acomodaria 3 desvios acima da média ficaria [8,01; 18,39]. Isto significa que, para ficar com 600 pontos nesta prova, o candidato precisaria acertar 19 questões, mas a prova tem 17 questões. Na edição passada, essa distorção foi ainda maior. O Inglês é uma prova mais atípica do que Raciocínio Quantitativo, pois tem média alta e desvio padrão também alto (veja na figura acima). Significa que os candidatos se separam em dois grupos extremos: os muito bons e os que têm apenas conhecimento básico do idioma. Aqui não tem meio termo…

Professor, eu sempre vou muito bem em Inglês, Português e Raciocínio Analítico e sou 'razoável' em Raciocínio Lógico. Posso tentar me garantir nessas 4 e chutar tudo numa letra só na prova de Raciocínio Quantitativo? É uma boa estratégia?

É uma péssima estratégia! Observe na planilha acima quais são as matérias que registram os maiores coeficientes de variação e foque sua preparação nelas. Raciocínio Quantitativo sempre estará no seu “pacote” de matérias que merecem uma atenção especial… Acertar uma questão acima da média nessa prova, já o coloca meio desvio padrão acima da média, significando mais uns 50 a 70 pontos no escore da prova. Isto ocorre invariavelmente em todas as edições do Teste ANPAD e nos mostra que mais de 90% dos candidatos ainda não perceberam isto… Se você acerta uma questão a mais que o seu “concorrente direto” em Raciocínio Analítico, isto lhe acrescentará de 10 a 15 pontos no escore.
Como resultado final, ficam todos “embolados” nas provas de Português e Raciocínio Analítico (cujos coeficientes de variação são, historicamente, os menores). Você não pode deixar o seu escore em Raciocínio Quantitativo ficar abaixo de 300 pontos, pois esse escore vai “puxar” o seu Escore Geral para baixo (isto poderá levar sua vaga nos melhores Programas embora ou, pior, suas pretensões de conseguir uma bolsa)…
Já que estão todos “embolados” com escores muito parecidos nas demais matérias, você deveria justamente “cuidar” da sua preparação em Raciocínio Quantitativo e Inglês, sem deixar de lado o Raciocínio Lógico, que é onde as ‘sutilezas conceituais’ se transformam em “pegadinhas”, fazendo muitos candidatos perderem pontos valiosos.
Veja este comparativo entre as edições de junho/2017 e setembro/2017.
Veja aqui como criar uma boa estratégia para a prova de RQ: http://edu.institutointegral.com.br/estrategia-rq

Professor, o Teste de fevereiro é mais fácil do que o de setembro? Percebi que as médias sempre são maiores em setembro...

Resposta: Não existe Teste ANPAD “mais fácil” ou “mais difícil”. Pode ocorrer de uma ou outra prova ser mais acessível em alguma edição do que em outra. As médias do Teste de fevereiro sempre foram as menores porque os candidatos não se preparam para esta edição, ao contrário do que acontece para a edição de setembro. No Teste de setembro, há alguns fatores, muito fáceis de se identificar, que determinam a elevação das médias: (1) é o último Teste do ano; quem não conseguir um Escore compatível com o Programa pleiteado neste Teste, ficará mais um ano “na fila”; (2) muitos candidatos estão finalizando Graduações ou Mestrados e aproveitam o ritmo de estudos para engrenar mais um curso no ano seguinte; (3) como consequência do item (1), os estudantes buscam um curso preparatório, para poupar tempo, pois a agenda lotada os impede de estudar sozinhos; (4) para finalizar, nossos cursos preparatórios funcionam como um “curinga poupa-tempo”, pois passamos aos candidatos um arsenal de dicas, macetes, atalhos e truques; literalmente mostrando o “caminho das pedras”: o que estudar e, principalmente o que não estudar.
Para criar uma boa estratégia para o Teste ANPAD de fevereiro, consulte as informações contidas neste link: http://profmilton.blogspot.com.br/2016/08/teste-anpad-uma-estrategia-para.html

Professor, eu gostaria de saber no que consiste cada tipo de ``raciocínio`` no Teste: o Lógico, o Analítico e o Quantitativo.

Excelente questionamento!
Cada prova do Teste ANPAD pede (avalia) um tipo diferente de raciocínio. O candidato que usar o raciocínio de uma prova em outra, está fadado ao fracasso. Por exemplo: interpretar o texto (em vez da estrutura lógica) numa prova de RL leva à perda da questão…
Resumidamente:
1) O Teste ANPAD avalia dois tipos de interpretação: de texto e de estruturas;
2) As provas “textuais” são Português, Inglês e Raciocínio Analítico;
3) As provas “estruturais” são Raciocínio Lógico e Raciocínio Quantitativo.
Prova a prova, seria algo do tipo:

1) Raciocínio Lógico: avalia a habilidade do candidato interpretar corretamente as estruturas lógicas e o uso adequado de suas regras e conceitos. A diferença básica é “COMO FOI DITO” (estrutura lógica) versus “O QUE FOI DITO” (o texto em si);
2) Raciocínio Quantitativo: avalia a habilidade algébrica e aritmética;
3) Português: dispensa comentários! A prova é de pura interpretação de textos;
4) Inglês: a exemplo do Português, também é uma prova de interpretação de textos, mas requer um esforço a mais do candidato, que precisa desenvolver um vocabulário adequado e saber como construir frases com base nesse vocabulário;
5) Raciocínio Analítico: trata-se de uma interpretação crítica de textos. Mas note que, mesmo que uma questão de Analítico trate de Argumento, por exemplo, você jamais poderia utilizar as regras do Raciocínio Lógico para chegar à conclusão.

Teremos Português, Inglês e Raciocínio Analítico?

As provas de Português, Inglês e Raciocínio Analítico não têm conteúdo a ser abordado, pois são de pura interpretação de textos. A demanda por cursos online que contemplem essas matérias é baixíssima, pois os candidatos preferem estudar diretamente pelo Caderno de Testes vendido pela própria ANPAD, que traz as questões e os gabaritos comentados.
Em nossos cursos presenciais, a preparação para Português, Inglês e Rac. Analítico constituía em um simples “treinamento”, com leitura de textos, respostas às questões e comentários sobre os gabaritos.
Como os custos para a produção de cursos dessas matérias são muito altos, diante da demanda existente, preferimos optar por concentrar nossa atenção nas matérias que têm um volume considerável de conteúdo a ser abordado (Raciocínio Lógico e Raciocínio Quantitativo).
Aos interessados em um curso de inglês para o ANPAD, indicamos o da Profª. Juliana Guimarães: http://inglesparaprova.com.br/apresentacao/

Sua dúvida não está aqui?

Preencha agora o formulário abaixo com a sua dúvida que prontamente estaremos respondendo suas questões.

Sobre nós

Em 2001 nasceu o Instituto Integral para a preparação de candidatos ao Teste ANPAD, prova de proficiência para o ingresso em Mestrados e Doutorados em Administração de Empresas e Ciências Contábeis.

Instituto integral

(51) 9 8136-5950

(51) 3028-3046

contato@institutointegral.com.br

Av. José Bonifácio, 519, conj. 407
Bairro Farroupilha - Porto Alegre / RS

Links Úteis